Temblante para blog







Pesquisar este blog:

Carregando...

IPRIMIR

Print Friendly and PDF

sábado, 5 de novembro de 2011

O VERBO FLOR, DE RENATO ROCHA

Leia com atenção:

O VERBO FLOR

O verbo flor
é conjugável
por quase todas as pessoas
em certos tempos definidos.
a saber:
quase nunca no Outono
no Inverno quase não
quase sempre no Verão
e demais na Primavera
que no coração
poderá durar
e ser eterna.
quando o verbo conjugar:
quando eu flor
quando tu flores
quando ele flor
e você flor
quando nós
quando todo mundo flor.
                          
                  Renato Rocha



Agora responda:

1 - Existe na língua portuguesa o verbo flor? Por quê?

2 - Na sua opinião, qual a intenção  do poeta ao conjugar o verbo flor?

3 - Circule os seis verbos do poema.

4 - Dos verbos circulados, copie os quatro que estão numa das formas nominais e indique qual é ela.

5 - O poeta empregou as palavras tempos e pessoas em dois sentidos: pessoas, por exemplo, refere-se às pessoas do discurso (eu, tu, etc.) e a todas as pessoas, todo o mundo. Quais os significados que a palavra tempos adquire no poema?

6 - Por que o verbo flor é conjugado quase nunca no outono, quase não no inverno, quase sempre no verão e demais na primavera?

7 - Quando o poeta emprega quando eu flor, ele está fazendo um trocadilho (um jogo de palavras) com uma forma de outro verbo.
a)       Qual é o verbo? Qual é essa forma verbal?

b)       Em que tempo e modo está a forma verbal quando eu flor?

c)       O poeta manifesta o desejo de que a primavera perdure eternamente no coração das pessoas. Por que, na sua opinião, ele empregou esse modo verbal?

8 - Você sabe que são três as pessoas do discurso, que podem estar no singular ou no plural. Na conclusão do poema, entretanto, o poeta acrescentou, mais uma.

a)       Qual é ela?

b)       Por que, na sua opinião, para o poeta é necessário que se inclua mais essa pessoa na conjugação do verbo flor?






Abraco: 1







































Nenhum comentário:

Indique este blog a um amigo.