Temblante para blog







Pesquisar este blog:

Carregando...

IPRIMIR

Print Friendly and PDF

sábado, 12 de novembro de 2011

ATIVIDADES SOBRE TEMPOS VERBAIS DO MODO INDICATIVO

☞ QUESTÕES




1. Pesquise as respostas das seguintes questões:


A) O que é e para que serve o modo indicativo?


B) Que tempos verbais compõem o modo indicativo?



I ETAPA - Gênero textual: autobiografia



...DAS SAUDADES QUE NÃO TENHO
Nasci com 57 anos. Meu pai me legou seus 34, vividos com duvidosos amores, desejos escondidos. Minha mãe me destinou seus 23, marcados com traições e perdas. Assim, somados, o que herdei foi a capacidade de associar amor ao sofrimento...
Morava numa cidade pequena do interior de Minas, enfeitada de rezas, procissões, novenas e pecados. Cidade com sabor de laranja-serra-d’água, onde minha solidão já pressentida era tomada pelo vigário, professora, padrinho, beata, como exemplo de perfeição.
(...) Meu pai não passeou comigo montado em seus ombros, nem minha mãe cantou cantigas de ninar para me trazer o sono. Mesmo nascendo com 57 anos estava aos 60 obrigado ainda a ser criança. E ser menino era honrar pai com seus amores ocultos. Gostar da mãe e seus suspiros de desventuras.
(...) Tive uma educação primorosa. Minha primeira cartilha foi o olhar do meu pai, que me autorizava a comer ou não mais um doce nas festas de aniversário. Comer com a boca fechada, é claro, para ficar mais bonito e meu pai receber elogios pelo filho contido que ele tinha. E cada dia eu era visto como a mais exemplar das crianças, naquela cidade onde a liberdade nunca tinha aberto as asas sobre nós.
Mas a originalidade de minha mãe ninguém poderá desconhecer. Ela era capaz de dizer coisas que nenhuma mãe do mundo dizia, como por exemplo: – Você, quando crescer vai ter um filho igual a você. Deus há de me atender, para você passar pelo que eu estou passando. – Mãe é uma só. (...)
(Bartolomeu Campos Queiroz, em Abramovich, Fanny (org.) – “O mito da infância feliz”. Summus, São Paulo, 1983).
Bartolomeu Campos conta sobre seu nascimento e infância, mas, ao contrário da maioria dos textos autobiográficos, por seu teor literário, foca não aquilo que teve, mas o que não teve.


☞ QUESTÕES

2. Crie uma legenda com lápis de cor (três cores diferentes) para os seguintes tempos verbais: pretérito = vermelho; presente = azul e futuro=verde. Em seguida, pinte os verbos do texto conforme a legenda.


3. Que tempo verbal, passado, presente ou futuro foi mais utilizado no texto?


4. Por que você acha que isso acontece?


5. Que relação a presença marcante desse tempo verbal mantém com o gênero textual?


II ETAPA - Gênero textual: Notícia


Inscrições para vestibular da Unicamp estão abertas
Prazo vai até 23 de setembro; taxa de inscrição é de R$ 128.
Serão 3.444 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Famerp.


Vestibular da Unicamp (Foto: Raul Zito/G1)
A Univesidade Estadual de Campinas (Unicamp) abrirá nesta segunda-feira (22) as inscrições para o vestibular 2012. O prazo vai até o dia 23 de setembro. As inscrições deverão ser feitas pela internet, em formulário disponível no site da Comissão de Vestibular (Comvest). Serão oferecidas 3.444 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Famerp (Faculdade de Medicina e Enfermagem de São José do Rio Preto). A taxa de inscrição é de R$ 128.
O manual do candidato estará disponível para consulta e impressão na página eletrônica da Comvest. A primeira fase será realizada em 13 de novembro e a segunda fase nos dias 15, 16 e 17 de janeiro de 2012.


☞ QESTÕES

6. Crie uma legenda com lápis de cor (três cores diferentes) para os seguintes tempos verbais: pretérito = vermelho; presente = azul e futuro=verde. Em seguida, pinte os verbos do texto conforme a legenda.


7.  Que tempo verbal, passado, presente ou futuro foi mais utilizado no texto?


8. Por que você acha que isso acontece?


9. Que relação a presença marcante desse tempo verbal mantém com o gênero textual?


III ETAPA - Gênero textual: Entrevista


*NOVA ESCOLA Fev. 2011* - Língua Portuguesa
Cristina Zahar (novaescola@atleitor.com.br)
Entrevistado: Roger Chartier: "Os livros resistirão às tecnologias digitais" Especialista
em história da leitura afirma que a Internet pode se transformar em aliada
dos textos por permitir sua divulgação em grande escala

O francês Roger Chartier - é um dos mais reconhecidos historiadores da
atualidade. Professor e pesquisador da Escola de Altos Estudos em Ciências
Sociais e professor do Collège de France, ambos em Paris, também leciona na
Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, e viaja o mundo proferindo
palestras.

Sua especialidade é a leitura, com ênfase nas práticas culturais da
humanidade. Mas ele não se debruça apenas sobre o passado. Interessa-se
também pelos efeitos da revolução digital. “Estamos vivendo a primeira
transformação da técnica de produção e reprodução de textos e essa mudança
na forma e no suporte influencia o próprio hábito de ler”, diz.


☞ QESTÕES

10. Crie uma legenda com lápis de cor (três cores diferentes) para os seguintes tempos verbais: pretérito = vermelho; presente = azul e futuro=verde. Em seguida, pinte os verbos do texto conforme a legenda.


11. Que tempo verbal, passado, presente ou futuro foi mais utilizado no texto?


12. Por que você acha que isso acontece?


13. Que relação a presença marcante desse tempo verbal mantém com o gênero textual?

Bom trabalho!!!


"Interessa-me o futuro porque é o lugar onde vou passar o resto da minha vida." (Woody Allen)


Blogs












































Um comentário:

Rosilene disse...

Gostei muito das atividades propostas. Adorei a relação que você teve a intenção de mostrar ente os gêneros textuais e os tempos verbais.

Indique este blog a um amigo.