Temblante para blog







Pesquisar este blog:

IPRIMIR

Print Friendly and PDF

quarta-feira, 27 de julho de 2011

PROJETO "CONHECENDO MONTEIRO LOBATO - VIDA E OBRA"
















      









































Com Lobato, os pequenos leitores adquirem consciência crítica e conhecimento de inúmeros problemas concretos do País e da humanidade em geral. Ele desmistifica a moral tradicional e prega a verdade individual. Instaura, portanto, a liberdade. Sem coleiras, pensando por si mesma, a criança vê, num mundo onde não há limites entre realidade e fantasia, que ela pode ser gente de transformação.
Outros meios empregados pelo escritor para levar à reflexão são o humor, a ironia, a crítica. Nesse aspecto Emília é sei porta-voz. Personagem transgressora por excelência, sempre contestando as verdades estabelecidas em busca de suas próprias verdades.
Monteiro Lobato foi o primeiro escrito brasileiro a acreditar na inteligência da criança, na sua curiosidade intelectual e capacidade de compreensão.
A obra de Lobato educa no sentido etimológico da palavra (ex-ducere: conduzir para fora). Sua mensagem está propõe uma tomada de posição consciente ante todos os problemas que o afligiam. 


PERSONAGENS DO SÍTIO DO PICA-PAU AMARELO

images



Dona Benta: a proprietária do sítio e principal figura adulta da narrativa, é uma velha de mais de sessenta anos ... de cestinha de costura ao colo e óculos de ouro na ponta do nariz ... a mais feliz das vovós.
No sítio do Picapau Amarelo quem detém a autoridade é Dona Benta (a figura paterna é sequer mencionada, enquanto a da mãe de Pedrinho é apenas referida), e ela a exerce de forma sábia e democrática.
Dona Benta não é apenas uma espectadora das aventuras de seus netos, mas também participante ativa em várias delas.
Além desse papel de autoridade liberal, Dona Benta é ainda quem fornece as informações científicas que serão apreendidas e trabalhadas pelas crianças e quem contas as histórias a cada noite antes da hora de dormir, alimentando assim a fantasia e o sonho, matéria mesma da vida no sítio.



Tia Nastácia: é a cozinheira e faz tudo da casa,     negra de estimação que carregou Lúcia, a menina do narizinho arrebitado, ou Narizinho.
Ela representa o povo, cheio de sabedoria intuitiva e experimentada da tradição. Supre o sítio de todas as necessidades materiais e ainda encontra tempo para dar vida a alguns personagens, já que Emília, Visconde, João-faz-de-conta, saíram de suas mãos.
O sítio é o espaço da magia, por isso ele se integra na natureza. A sala e a varanda da casa são os domínios de D. Benta ou a racionalidade. A cozinha é o reino de Tia Nastácia onde já transita a superstição e a crendice, o povo em processo de integração em outras realidades culturais.



Narizinho: como todos dizem, sete anos, é morena como jambo, gosta muito de pipoca e já sabe fazer uns bolinhos bem gostosos.”



Pedrinho:   neto de Dona Benta, que morava na cidade e de início só passava as férias no sítio.
Narizinho e Pedrinho são todas as crianças do mundo. Ávidos de conhecimento e de aventura, descobrem a vida através da palavra de Dona Benta, da bondade de tia Nastácia e de sua própria experiência, reelaborando as informações recebidas nesse universo idealizado.




Emília: uma boneca de pano bastante desajeitada de corpo. É Emília, sem dúvida, o mais significativo, pois é por meio dela que Lobato emite seus pontos de vista, denuncia os absurdos do mundo civilizado, ri da empatia dos sábios e poderosos.Sendo uma boneca, embora evolua e vire gente de verdade, ela está livre das obrigações sociais impostas pela educação à criança. Ela pode dizer o que pensa sem nenhum tipo de coerção.Representa desse modo os impulsos reprimidos, mesmo em crianças tão livres quanto Pedrinho e Narizinho.

Rabicó: um leitão muito guloso. É o mau-caráter do bando. Capaz de fugir nas horas de perigo, comer o que não deve nos momentos mais inoportunos. Nem por isso, no entanto, é menos querido, aproveitando aí Lobato para colocar-se contra a dicotomia bom x mau tão característica da literatura destinada a crianças, notadamente na época em que ele escreveu.



Visconde de sabugo: bem respeitável, de cartola na cabeça e um sinal de coroa na testa.


burro-falante: incorporado ao bando nos últimos capítulos de “Reinações”.


Quindim: um rinoceronte fugido do circo e salvo da sanha dos caçadores.

Tio Barnabé – na entrada da floresta está Tio Barnabé, representante legítimo da cultura primitiva, do folclore, dos domínios do inconsciente.




http://lobato.globo.com/Images/fotografias/images/Lobato_AManha.jpgGênero textual: Biografia de Monteiro Lobato

1.   Qual o nome completo de Monteiro Lobato?
2.   Onde nasceu?Quando?
3.   Onde morreu?Quando?De quê?
4.  Descreva sua família. Qual o nome de seus pais?
5.   Cursou Universidade? Quando se formou? Comente.
6.   Exerceu a profissão? Quando? Onde?
7.   Por que Monteiro Lobato foi um escritor muito importante, principalmente para as crianças?
8.   Quando iniciou suas atividades literárias? Comente a respeito de suas primeiras produções, ou seja, elas foram bem aceitas pelo público?
9.   Qual foi o primeiro livro que publicou?
10. Quando começou a escrever para crianças?
11. Viveu no exterior? Onde?Quando?
12. Quais as principais obras desse autor?
13. Qual a sua participação na questão do petróleo?
14.Sofreu repressão política? Por quê?
15. O que fez pela indústria editorial do Brasil?
16. Quais são as personagens do sítio do pica-pau amarelo?
17. Qual a personagem mais importante de Monteiro Lobato?
18. Monteiro Lobato é comparado a duas personagens do sítio do pica-pau amarelo. Quais e por quê?
19. Qual é o livro-mãe, a locomotiva do comboio, o puxa-fila. A saga do Pica-pau Amarelo começa?
20. Agora, vá à biblioteca de sua escola, escolha um livro desse autor e faça uma leitura abordando os elementos da narrativa: nome do livro; nome do autor; narrador; personagens; tempo; espaço e enredo. Tenha uma ótima leitura, meus queridos alunos!!!




images






Nenhum comentário:

Indique este blog a um amigo.