Temblante para blog







Pesquisar este blog:

IPRIMIR

Print Friendly and PDF

sábado, 19 de junho de 2010

JOSÉ SARAMAGO

José Saramago nasceu em 1922 na aldeia de Azinaga, província do Ribatejo. Seus pais, camponeses, mudaram-se para Lisboa quando ele tinha três anos. Ali, pôde fazer o curso industrial, aprendendo os ofícios de serralheiro, mecânico e desenhista técnico, profissões que exerceu até os 20 anos. Depois, tornou-se funcionário público e jornalista autodidata. Chegou a ser chefe de redação do Diário de Notícias, o mais importante jornal português. Por motivos ideológicos, foi demitido à época da “Revolução dos cravos” (1974). Este fato definiu sua opção exclusiva pela literatura.

Mesmo após o desmoronamento da utopia marxista, o temperamento forte, de convicções socialistas firmemente arraigadas, levou Saramago a afirmar: “Perdemos 72 anos. Agora será preciso começar tudo outra vez...

Inteligência ágil, de linha urbanidade, ironiza sobre sua condição de intelectual autodidata e de homem de esquerda: “Antes diziam de mim: é bom, mas é comunista; hoje dizem: é comunista, mas é bom.

É casado com Pilar Del Rio, uma jornalista espanhola que lera todos os seus livros e que resolveu vir a Lisboa para percorrer o itinerário de Ricardo Reis, descrito em “O ano da morte de Ricardo Reis, romance em que Saramago desfia a trajetória existencial imaginária deste heterônimo de Fernando Pessoa. Moram num pequeno apartamento do bairro de Estrela, próximo do centro de Lisboa.

Com sua prosa fluente, Saramago tornou-se o escritor português contemporâneo mais conhecido no mundo.O escritor, que costuma brindar seus leitores com generosas doses de esperança, confessa-se no fundo um cético:

“Talvez o fato de os homens serem tão imperfeitos não queira dizer que não tenha havido, e ainda existam, alguns exemplos de sublime bondade. Talvez mais que teoricamente justos, esteticamente sensíveis ou politicamente inteligentes, o que precisamos mesmo ser é ativamente bons.”

Em 1998 recebeu o Prêmio Nobel de Literatura. Em 2009, publicou seu último romance, "Caim". Saramago faleceu no dia 18 de junho de 2010, aos 87 anos, em sua residência, nas Ilhas Canárias. 

Obras publicadas

Poesias

- Os poemas possíveis, 1966

- Provavelmente alegria, 1970

- O ano de 1993, 1975

Crônicas

- Deste mundo e do outro, 1971

- A bagagem do viajante, 1973

- As opiniões que o DL teve, 1974

- Os apontamentos, 1976

Viagens

- Viagem a Portugal, 1981

Teatro

- A noite, 1979

- Que farei com este livro?, 1980

- A segunda vida de Francisco de Assis, 1987

- In Nomine Dei, 1993

- Don Giovanni ou O dissoluto absolvido, 2005

Contos

- Objecto quase, 1978

- Poética dos cinco sentidos - O ouvido, 1979

- O conto da ilha desconhecida, 1997

Romance

- Terra do pecado, 1947

- Manual de pintura e caligrafia, 1977

- Levantado do chão, 1980

- Memorial do convento, 1982

- O ano da morte de Ricardo Reis, 1984

- A jangada de pedra, 1986

- História do cerco de Lisboa, 1989

- O Evangelho segundo Jesus Cristo, 1991

- Ensaio sobre a cegueira, 1995

- A bagagem do viajante, 1996

- Cadernos de Lanzarote, 1997

- Todos os nomes, 1997

- A caverna, 2001

- O homem duplicado, 2002

- Ensaio sobre a lucidez, 2004

- As intermitências da morte, 2005

- As pequenas memórias, 2006

- A Viagem do Elefante, 2008

- O Caderno, 2009

- Caim, 2009

* Com agências internacionais

Perdemos um grande Mestre da literatura. Mas, ele estará sempre vivo em nossas mentes!!!


















































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































Nenhum comentário:

Indique este blog a um amigo.