Temblante para blog







Pesquisar este blog:

IPRIMIR

Print Friendly and PDF

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

"A ODISSEIA", DE HOMERO

Sobre a obra

Depois de vencer a Guerra de Tróia, os gregos destruíram os templos e mataram quase todos os homens da cidade, despertando a ira dos deuses, que resolveram se vingar. O segundo livro mais antigo da literatura ocidental, escrito pelo poeta Homero (autor também do primeiro, que é Ilíada), foi recontado por Silvana Salerni e ilustrado por Dave Santana e Maurício Paraguassu.








Sobre o autor

Homero é considerado o maior poeta da Grécia Antiga, autor de obras que reconstituem, com riqueza de detalhes, a civilização grega. Estima-se que Homero tenha vivido entre os séculos 9 e 8 a.C., e o limite estipulado de sua vida vai até 700 a.C. Sua origem também é incerta, mas os estudiosos do poeta consideram provável que ele tenha nascido em Esmirna ou na Ilha de Quios, na Grécia. Devido à insuficiência de provas, alguns chegam a duvidar da existência de Homero. A obra atribuída a ele foi composta e transmitida oralmente. Algumas de suas obras, além de “A Odisseia”, são “Ilíada”, \"Tebaida\", “Hinos Homéricos\" e \"Batracomiomaquia\".






"A ODISSEIA", DE HOMERO


      A Odisseia, quase com certeza, foi composta no século VIII a.C. Esse clássico da literatura ocidental expressa com força e beleza a grandiosidade da remota civilização grega e ressoa ainda o eco da guerra de Tróia.
      Podemos resumir a história da seguinte forma: Ulisses focou 10 anos na guerra de Tróia, terminada a guerra ansiava por pisar de novo o solo pátrio, mas primeiro conheceu lugares e povos novos para enfim chegar a Ítaca.
      O título do poema provém do nome do protagonista, o grego Ulisses (Odisseu). Filho e sucessor de Laerte, rei de Ítaca esposo de Penélope.

      Homero, nessa obra, narra as viagens e aventuras de Ulisses em duas partes:

      A primeira, compreende os acontecimentos que, em nove episódios sucessivos, afastam o herói de casa, forçado pelas dificuldades criadas pelo deus Posêidon.

      A segunda, consta de mais nove episódios, que descrevem sua volta ao lar sob a proteção da deusa Atena.

      É também desenvolvido um tema secundário, o da vida na casa de Ulisses durante sua ausência, e o esforço da família para trazê-lo de volta a Ítaca.

      O texto inicia com a assembléia dos deuses, em que Zeus decide a volta de Ulisses ao lar.

      O relato é feito, pelo próprio herói aos feaces-povo que habitava a ilha de Esquéria. Hábeis marinheiros, são ele que conduzem Ulisses a Ítaca.


O POEMA ESTRUTURA-SE EM QUATRO PARTES:

     
      Na primeira - (cantos I a IV), intitulado “Assembleia dos deuses”, Antena vai a Ítaca animar Telêmaco, filho de Ulisses, na luta contra os pretendentes à mão de Penélope, sua mãe, que ddecide enviá-lo a Pilos e a Esparta em busca do pai. No entanto, o herói encontra-se na ilha de Ogígia, prisioneiro da deusa Calipso.

      Na segunda parte - nova assembléia dos deuses, Calipso liberta Ulisses, por ordem de Zeus, que atendeu aos pedidos de Atena e enviou Hermes com a missão de comunicar a ordem.

     Livre do julgo de Calipso, que durou sete anos, Ulisses constrói uma jangada e parte, mas uma tempestade desencadeada por Posêidom lança-o na ilha dos feaces (canto V), onde é descoberto por Nausícaa, filha do rei Alcinoo. Bem recebido pelo rei (cantos VI a VIII), Ulisses mostra a sua força e destreza em competições esportivas que se seguem a um banquete.

       Na terceira parte – narração de Ulisses (cantos IX a XII), o herói passa a contar a Alcinoo as aventuras que viveu, desde a saída de Tróia: sua estada no país dos Cícones, dos Lotófagos e dos Ciclopes; a luta com o ciclope Polifermo; o episódio na ilha de Eólia, na qual morava Éolo, o rei dos ventos, lá seus companheiros provocaram uma violenta tempestade, ao abrirem o saco misterioso, que estavam todos os ventos, desapontados voltaram a remar, pois já não eram ajudados por nenhum vento amigo; o encontro com a feiticeira Circe, onde ficou um ano, esta transforma os seus companheiros em porcos; sua passagem pelo país dos mortos, onde reencontra a mãe e personagens da guerra de Tróia.

       Na quarta parte – viagem de retorno, o protagonista volta à Ítaca, reconduzido pelos feaces (canto XIII). Apesar do disfarce de mendigo, dado por Atena, é reconhecido por sua fiel ama Euricléia, que, ao lavar-lhe os pés, o identifica por uma cicatriz.

Assediada por inúmeros pretendentes, Penélope promete desposar aquele que conseguir retesar o arco de Ulisses, de maneira que a flecha atrevesse 12 machados. Só Ulisses consegue.

      Segue-se a vingança de Ulisses (cantos XIV a XXIV). Ulisses mata primeiro Antínoo, o mais forte e o mais atrevido. Eurímaco ainda ousou suplicar, porém Ulisses deteve-o com uma flecha. Segue-se o encontro com a amada Penélope e ela o coloca em uma prova: para que ele retire a cama do quarto, entretanto, não tinha como fazer isso, pois Ulisses havia talhado –a, aproveitando do tronco de uma oliveira, tornou-se um dos pés da cama.

      A história termina quando Atena impõe uma plena reconciliação durante o combate entre Ulisses e os familiares dos mortos.


CARACTERÍSTICAS DAS PERSONAGENS


Personagem Característica física, Característica psicológica, Índices espaciais e temporais

Ulisses -  Não tem mau aspecto, coxas e pernas fortes, bom par de braços, pescoço forte, corpulento. e não muito velho (p.118). Paciência e sagacidade (p. 63) – jovialidade e inteligência (p. 167) - prudência em espírito (p. 89) - divino (p. 236) - solerte (p. 267). Ítaca;

Tróia – 10 anos;

Cícones – sem duração;

Viagem pelo mar – 10 dias;

Lotófagos – pouco trmpo;

Ciclopes – vários dias;

Ilha Eólia – quase 1 mês;

Ilha de Eéia (Circe) – 1 ano;

Hades – 1 dia;

Ilha de Eéia (Circe) – mais ou menos 1 mês;

Hélio deus do sol – 1 mê e 6 dias;

Ilha de Ogígia (Calypso) – 7 a 8 anos;

Ilha de Esquéria – alguns dias;

Viagem pelo mar – alguns meses.


Penélope - Linda criatura (p. 21). Fiel, sensata (p. 58). Em Ítaca (espera por Ulisses) - 20 anos

Telêmaco - Admirável no entalhe e no semblante. Bravo, nobre (p. 47) – ajuizado (p. 217) – inocente (p. 75) – respeitável (p. 32). Em Ítaca – jovem;

Pilos e Esparte – alguns meses.

Euricléia -  (ama) Velha Cautelosa e respeitável (p. 233). Ítaca – durante a narrativa.

Calypso

Bela

Feiticeira ardilosa, ser terrível.

Ilha de Ogígia – durante o período de permanência de Ulisses.

Atenéia -  Olhos cintilantes, verdes mar (p. 237). Sabedoria e astuta. Acompanhou Ulisses e Telêmaco durante alguns momentos da narrativa.

Laertes - Velho Sábio Ítaca

Eurímaco - O belo Ardiloso Ítaca

Antinoos -  Forte Destemido Ítaca




ROTEIRO DE TRABALHO PARA SEMINÁRIOS EM GRUPOS

MÉTODO DE AVALIAÇÃO


VALORES: FICHAMENTOS DE TEXTOS (INDIVIDUAIS): 1.0

APRESENTAÇÃO COLETIVA: 2.0

APRESENTAÇÃO INDIVIDUAL: 2.0

CONTEÚDO DO SEMINÁRIO: 5.0


1. PREPARAÇÃO PARA OS SEMINÁRIOS

1.1 Fazer a leitura do texto literário “A Odisseia”, de Homero e assistir ao filme homônimo.

1.2 Fazer resumos e anotar em fichas (chamados “fichamentos”) os seguintes textos teóricos (cada aluno deverá entregar as suas fichas para o professor como quesito de nota):

”A literatura grega. Período arcaico. (apostila) – (máximo de 2 fichas)

 A ”A construção dos valores”. Marilena Chauí – (máximo de 2 fichas)

” Cenografia” (ver no item “Teoria do drama” – apostila)-( máximo 1 ficha)


MODELO DA FICHA

D’ ONOFRIO, Salvatore. Teoria do texto 2. Teoria da lírica e do drama.                               1
São Paulo: Ática, 1995.


(bibliografia do livro estudado)                                                                           Cenografia           
                                                                                                                                (título da ficha)

(resumo do conteúdo estudado)



1.3 Fazer um estudo livro “A Odisseia” pesquisando os seguintes itens:

 Estrutura da narrativa: características da narrativa épica, personagens (características físicas e psicológicas), índices temporais, narrador, enredo.

 Valores morais, familiares, econômicos, religiosos, políticos, etc. (cada grupo deverá escolher um dos valores e retirar fragmentos do texto que falem sobre ele. Fazer comentários com base nos textos lidos).


1.4 Assistir ao filme “A Odisseia”.

Verificar quais partes do enredo são aproveitadas pelo filme, o que foi mantido e o que ficou diferente, a caracterização dos personagens, dos lugares onde se passa a história, os valores, etc.


2. APRESENTAÇÃO DOS SEMINÁRIOS

(40 minutos cada grupo – ensaiar a apresentação para cumprir esse tempo)

 Pode ser feita em retroprojetor, cartazes, data-show, TV/vídeo mostrando fragmentos do filme e comentando, etc. Fazer uma bela e emocionante apresentação, para encantar a platéia.

 Os grupos que forem usar equipamentos deverão informar a professora com antecedência para fazer a reserva dos equipamentos na secretária.


------ Espaço do Professor ------


A obra é uma boa oportunidade para debater temas como a Grécia Antiga, a Guerra de Tróia e a Mitologia Grega.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS

HOMERO – A Odisseia. São Paulo. Editora Cultrix, 1999.





Nenhum comentário:

Indique este blog a um amigo.